Páginas

Translate

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Biografia Ninfa Parreiras, atualizada em maio de 2018

foto: Salvador, BA

Biografia Ninfa Parreiras, atualizada em maio de 2018

Nascida em Itaúna, Minas Gerais, mora no Rio de Janeiro (RJ), onde trabalha em diferentes áreas com a palavra e os sentimentos: a literatura e a psicanálise. Mestre em Literatura Comparada (USP) e graduada em Letras e Psicologia (PUC-Rio), participou de cursos de especialização em literatura infantil e juvenil (RJ e SP). Foi pesquisadora da Biblioteca Internacional da Juventude de Munique, Alemanha (O desamparo na literatura). Desenvolve pesquisas literárias e trabalha com uma clínica de atendimentos em psicanálise. É membro da Sociedade de Psicanálise Iracy Doyle (SPID). Trabalha como professora de literatura e de criação literária (oficinas), consultora literária, editora de livros, escritora, produtora cultural e psicanalista.

Atuação literária
- Pesquisadora da Fundação Cultural Casa Lygia Bojunga.
- Professora do Centro Educacional Anísio Teixeira (CEAT).
- Professora e Colaboradora da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).
- Professora da Estação das Letras.
- Curadora da Festa Literária de Santa Teresa (FLIST).
- Curadora dos Saraus Poesia no Parque e Poesia no Castelo.
- Curadora do projeto Encontro com Jovens Leitores, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura – SMC Rio de Janeiro, 2014 e 2016.
- Consultora do Programa Prazer em Ler, Instituto C&A, 2012/2015.
- Presta serviços na área da leitura e da literatura para secretarias municipais de cultura e de educação (Rio de Janeiro, Porto Alegre, Natal etc), e para diferentes unidades do SESC e do SESI, na realização de cursos de literatura, encontros literários com autores, oficinas de criação literária etc.
- Curadora de exposições de livros, ilustrações e memórias de autores para diversas instituições.
- Coordena o grupo de leitura “Fazer à Mão”, na Fundação Cultural Casa Lygia Bojunga, Rio de Janeiro, RJ, com encontros mensais.
- Ministra a Oficina de Poesia “Versos Diversos”, para grupos.
- Realiza palestras, conversas com o público, cursos e oficinas para adultos, jovens e crianças. Ministra cursos de formação para professores, bibliotecários e mediadores de leitura.
- Ministra a oficina “Gravetos viram Poesia” (selecionada no edital Viva o Talento 2015 e 2016, da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro)
- Concebeu e criou o selo Cartonera Carioca (edições artesanais de livros de literatura).
- Produtora cultural, faz a curadoria da Varo Produções Artísticas: Literatura e Meio Ambiente.
- Autora de obras literárias e de ensaios, também organiza antologias poéticas. São mais de 30 obras publicadas. Possui centenas de artigos publicados em revistas, jornais, blogs e periódicos sobre literatura.
- Alguns dos seus livros foram selecionados para programas de governo (federal, estaduais e municipais). Tem livros laureados com o Prêmio Melhores Livros Infantis do Ano da Revista Crescer, o selo Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) etc. Muitos dos seus livros foram selecionados para o Catálogo da Feira do Livro de Bolonha (FNLIJ) e para o Acervo Básico (FNLIJ).

Obras Publicadas/Bibliografia

Ensaios (não-ficção)
- Confusão de línguas na literatura: o que o adulto escreve, a criança lê (RHJ, 2009)
- O brinquedo na literatura infantil: uma leitura psicanalítica (Biruta, 2009)
- Do ventre ao colo, do som à literatura – Livros para bebês e crianças (RHJ, 2012)
- De Janelas abertas: memória de Bartolomeu Campos de Queirós (Fundo Estadual de Cultura/Governo de Minas Gerais, 2018)

Literatura Infantil
- Com a maré e o sonho (RHJ, 2006)
- A Velha dos Cocos (Global, 2006)
- Um teto de céu (DCL, 2009)
- Encontros d´água (Scipione, 2009)
- O morro encantado (Paulus, 2010)
- O mergulho no espelho (Positivo Editora, 2010)
- Lá no alto (Positivo Editora, 2010)
- Cuentos infantiles brasileños (Embajada del Brasil en Costa Rica, 2011)
- Um mar de gente (Girafinha, 2007/Rovelle, 2014)

Poesia
- Coisas que chegam, Coisas que Partem (Cortez, 2008)
- Poemas do tempo (Paulinas, 2009)
- O menino no beco da pipa (Larousse, 2009)
- Donana e Titonho (Paulinas, 2018)

Literatura Juvenil/EJA
- Com Fio (Larousse Jovem, 2010)
- Histórias d'além mar (Paulinas, 2013)

Livros de não ficção (informativos)
- Relações afetivas (DCL, 2010)
- Direitos humanos e ECA, volumes 1 e 2 (DCL, 2010)
- Família, volumes 1 e 2 (DCL, 2010)
- Orientação sexual, volumes 1 e 2 (DCL, 2010)

Em co-autoria:
- Da África e Sobre a África: Textos de lá e de cá (Cortez, 2012
- Navegar pelas letras, literaturas de língua portuguesa (Civilização Brasileira, 2012)
- Histórias de Papagaios (Prefeitura Municipal de Papagaios & SESC, 2012)

Coletâneas, como organizadora:
- Cuentos infantiles brasileños (Embajada del Brasil en Costa Rica, 2011)
- Depois do Silêncio: Escritos Sobre Bartolomeu Campos de Queirós (RHJ, 2013)
- Contos e poemas para ler na escola: Bartolomeu Campos de Queirós (Objetiva, 2014)
- Contos e crônicas para ler na escola: Nei Lopes (Objetiva, 2014)
- Mapas literários: um Rio de histórias (Rovelle, 2015)
- Miudezas (Selo Cartonera Carioca, 2016)
- Conta-contos (Selo Cartonera Carioca/Quase Oito, 2017)
- Janela poética (Secretaria Municipal de Educação, Rio de Janeiro, 2017)
- Miscelâneas poéticas (Selo Cartonera Carioca/Quase Oito, 2018)

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Sarau dos Sabores

(Retrato de Ciça Fittipaldi, feito por alunos do ensino Médio do CEAT-Centro Educacional Anísio Teixeira e professora Gisele Félix)
Poemetos inspirados nos recontos de Ciça Fittipaldi para o "Sarau dos Sabores"
A lenda do guaraná
(Saterê-Mauê, povo das regiões do médio Amazonas, rios Madeira e Tapajós)

Perto do Noçoquém
Sagradas plantas
Sabores tantos
--
Dentro da lonjura da selva
Cotia descansa
Debaixo da castanheira
--
Um colar de contas
Os olhos do guaraná
Dos Saterê-Mauê
--
Antes que os olhos se abram
Colheita do guaraná
Saboroso olhar molhado
--
Trançados gestos em
Talos e folhas - caraná, arumã
Tecelagem da mata
--
Na festa da Tocandira
Dançam os jovens
Ferroados por formigas
 
(foto: Cuia da Floresta, prato criado pela chefe Natacha Fink, do restaurante Espírito Santa, Santa Teresa, Rio de Janeiro)
O menino e a flauta
(Nambiquara, povo do oeste do Mato Grosso e Rondônia, rios Juruena, Guaporé, Madeira)

Na Casa das flautas
Sopra suave som
Soca a farinha, Maninha
--
Pede mandioca
Seus secos galhos
São vivos ossos
--
Desenho colar de contas pretas
Caminho das carreiras de formigas
De olho no mato, nos coquinhos de tucum
--
Colheita da mandioca
Branco mármore
De suculento sabor
--
Na Roça do Milho
Pé de Taquara
No rastro da anta
--
Menino Cabixi plantado
Em roças de milho, amendoim
Pra ti, pra mim, pra si
                          Ninfa Parreiras (Itaúna, MG). Autora, psicanalista e professora

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Entrevista com Ninfa Parreiras sobre "Antes do depois", de Bartolomeu Campos de Queirós

Conheça o vídeo com entrevista de Ninfa Parreiras sobre a obra Antes do depois, de Bartolomeu Campos de Queirós

sábado, 30 de dezembro de 2017

Para 2018

Para 2018
Ninfa Parreiras
pense
            nas pedras
soltas no poema

pese
            teias de aranha
                        de transparentes fios

peça
            poucos
                        sonhos em poças d’água

pince
            o canto
                        da candeia acesa

pinte
            o calendário
                        oco do tempo


(foto: arquivo pessoal, verão 2017)